top of page

Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Intermediação Financeira

Atualizado: 19 de dez. de 2023

Para quem está começando seus estudos para as carreiras bancárias ou concursos da área financeira, esse tópico é o ponto de partida.


Nobres concurseiros, para facilitar, ao nos referirmos ao SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL, utilizaremos SFN.





Definição de SFN no site do Banco Central do Brasil.


Um conjunto de instituições que promovem a intermediação financeira, isto é, o encontro entre credores e tomadores de recursos.

Preste atenção nos seguintes conceitos apresentados nessa definição:


  1. intermediação financeira;

  2. credores e

  3. tomadores de recursos.


Na economia existem dois tipos de agentes (entenda “agentes” como pessoas, empresas ou instituições em geral). São eles: i) credores e ii) tomadores de recursos.





Os credores são os agentes que possuem recursos financeiros disponíveis, ou “sobrando”.


Vamos supor que você, futuro(a) servidor(a) público(a), receba 5 mil reais, mas só gaste 3 mil, poupando o restante (dois mil reais). Então você é um agente SUPERAVITÁRIO ou CREDOR. Que maravilha, hein! Agora, imagine que o seu colega de trabalho ganhe o mesmo salário que você. No entanto, ele gaste 7 mil reais, ou seja, dois mil reais a mais do que ele ganha. Isso significa que ele precisará contar com dinheiro além do que lhe pertence e, por isso, ele é um agente DEFICITÁRIO ou TOMADOR DE RECURSOS.


Agora que já vimos o que são agentes credores e tomadores de recursos, nos resta um conceito dentro da definição de SFN, que é: intermediação financeira. Vamos pensar o seguinte: os agentes que possuem dinheiro sobrando o aplicam em algum lugar (desconsiderando os que guardam embaixo do colchão ou enterram no quintal, já vi isso rsrs), ao mesmo tempo que os agentes que demandam recursos recorrem a alguma instituição do SFN para pegar emprestado. Nesse sentido, podemos dizer que é o SFN que promove o encontro entre os agentes superavitários (credores) e os deficitários (tomadores de recursos) para que realizem suas operações financeiras. Como isso ocorre na prática?


Suponhamos que eu deseje comprar um apartamento no valor de 200 mil reais, mas só disponha de 50 mil, que será o valor da minha entrada. Como posso fazer para conseguir o restante? A solução, geralmente, é recorrer ao financiamento bancário. Os bancos são um exemplo de instituição que captam recursos dos agentes superavitários (credores) e transferem aos agentes deficitários (tomadores de recursos), ou seja, promovem a intermediação financeira.



entendendo a relação entre agentes superavitários (doadores de recursos) e deficitários (tomadores de recursos).
Intermediação financeira

Com esse exemplo do financiamento imobiliário, acabamos por trabalhar com vários termos da definição de SFN, tais como credores, tomares de recursos e intermediação financeira. Além disso, exemplificamos, de forma simplificada, a maneira como uma instituição bancária realiza a intermediação financeira.


Além da intermediação financeira, o SFN também é responsável, segundo a Constituição Federal de 1988, por:


[...] promover o desenvolvimento equilibrado do País e servir aos interesses da coletividade

[...]. (Art. 192)


A Constituição Federal atribui, portanto, um importante papel ao SFN que é contribuir para o desenvolvimento equilibrado do País e servir aos interesses de todos os cidadãos, ou seja, da coletividade.


Espero que essas dicas ajudem você a evitar contratempos e erros comuns nos estudos. Com uma rotina consistente e bem planejada, é possível encarar provas difíceis com tranquilidade e segurança. Força nos estudos e sucesso na sua aprovação!


Siga-nos em nossas redes sociais:












Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page