top of page

Como deixar de ser aluno e virar estudante



Em uma reportagem ao Jornal “Folha de Londrina” o professor Pier, referência em estudos sobre aprendizagem, afirmou: “O Brasil tem milhões de alunos e pouquíssimos estudantes”. Tal frase evidencia uma grande diferença entre essas duas palavras: Aluno x Estudante. Vejamos nesse texto detalhes dessa diferença e os impactos em sua trajetória rumo à aprovação em um vestibular ou prova de concurso público.


Ser aluno ou estudante é uma questão de escolha e atitude. Muitas pessoas frequentam a escola, a faculdade ou algum curso, mas nem todas se dedicam ao aprendizado de forma efetiva. Algumas apenas assistem às aulas, sem se envolver com o conteúdo, sem fazer anotações, sem revisar o material, sem fazer exercícios ou pesquisas. Essas pessoas são chamadas de alunos. Eles têm uma postura passiva diante do conhecimento, e não aproveitam as oportunidades de se desenvolverem intelectualmente. Eles podem até conseguir passar nas provas, mas não retêm o que aprenderam por muito tempo. Ser aluno é algo passivo e coletivo.


Por outro lado, existem aqueles que se interessam pelo que estudam, que buscam compreender os conceitos, que fazem perguntas, que participam das atividades, que leem livros e artigos relacionados ao tema, que aplicam o que sabem na prática. Essas pessoas são chamadas de estudantes. Eles têm uma postura ativa e curiosa diante do conhecimento, e se esforçam para aprender cada vez mais. Eles não se contentam com o mínimo, mas querem se aprofundar e se aperfeiçoar no que fazem. Eles não estudam apenas para passar nas provas, mas para adquirir habilidades e competências que vão além da sala de aula. Estudar é uma situação solitária e ativa.


O professor Pier em seu livro “Inteligência em concursos” afirma que estudar é ativo e solitário, é algo que ninguém pode fazer por você. E ativo no sentido de que é necessário escrever, desenhar ou fazer o resumo daquilo que se entendeu do estudo. “Ninguém está estudando se não estiver escrevendo!”




Recomendo demais esse livro do professor Pier, adquira na Amazon, pelo link: https://amzn.to/44OF84a





Retomando essa observação sobre ESTUDAR É ESCREVER! É no sentido de escrever mesmo, não digitar no computador ou tablet. É caneta e papel na mão escrevendo os pontos mais importantes de sua leitura, reescrevendo com suas próprias palavras, fazendo resumos.

Há pessoas que relatam estar estudando 12 ou mais horas por dia e não estão aprendendo, a verdade é que esse estudo pode estar sendo apenas leitura. Estudar não é apenas ler, como já dito, estudar é escrever!


A diferença entre ser aluno e estudante é enorme, e pode determinar o sucesso ou o fracasso de uma pessoa na vida acadêmica e profissional. Ser aluno é apenas cumprir uma obrigação, sem se importar com o resultado. Ser estudante é ter um objetivo, uma motivação, um prazer em aprender. Ser aluno é depender dos outros para ensinar. Ser estudante é ser autônomo e responsável pelo próprio aprendizado.


Portanto, se você quer realmente aproveitar as oportunidades de estudo que tem, não seja apenas um aluno, mas um estudante. Você vai ver como isso vai fazer diferença na sua formação e no seu futuro.


11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page